out 26 2011

Wolney Trindade

Wolney Trindade

Foto: TV Globo/ Reprodução

Wolney Trindade é uma mistura de César Maia com Antônio Carlos Magalhães.

Mas, ao contrário de César Maia (que escolhe deliberadamente os factoides que inventa), nossa versão niteroiense do “político maluquinho” parece ser pego de surpresa pela polêmica das suas ações. Quase que por ingenuidade. Talvez por não saber lutar contra sua natureza de Toninho Malvadeza.

Confira algumas trapalhadas que Wolney Trindade aprontou, em pouco menos de um ano, como secretário de Segurança e Controle Urbano de Niterói:

Campo de São Bento

Em janeiro de 2011, Wolney Trindade mandou fechar os portões laterais do Campo de São Bento por “questões de segurança pública”.

Aos idosos, dou um conselho médico: andem mais e viverão mais (…)  Idoso tem mais é que andar. Faz bem. E andar até o outro portão serve como aquecimento para quem caminha. A decisão de fechar os portões laterais será mantida até a minha morte.
Wolney Trindade, uma semana antes de ser processado por dar conselho médico sem ser médico

Com a medida, a frequência de visitas ao parque caiu 30%. O caso gerou abaixo-assinado, arrombamento do cadeado e duas ações do Ministério Público. Mesmo assim Wolney Trindade manteve a decisão e ainda disse que iria cercar a Cantareira e outras praças.

GOPE

Se Wolney não tivesse sido limado do governo, Niterói teria o GOPE – Guarda de Operações Especiais. O que parece piada era assunto muito sério para o ex-secretário: uma tropa de elite niteroiense, “presente em todas as operações consideradas arriscadas, como retirar moradores das áreas de risco e dependentes químicos das ruas”.

Serão guardas que receberão um treinamento especializado para atuar nestes tipos de situação. O Gope será formado 40 guardas municipais e possuirá o seu caveirão.
Wolney Trindade é “osso duro de roer”

Guanabara, tudo por Niterói

Na última terça-feira (25/10/2011), Wolney Trindade foi exonerado do cargo de secretário de Segurança e Controle Urbano de Niterói. Na semana anterior, por conta de uma promoção no Guanabara, o secretário responsabilizou a população de São Gonçalo por levar o caos ao trânsito de Niterói (que, como todos sabem, é uma maravilha).

Nem Deus faria (eu) me retratar. Disse e vou continuar dizendo. Vários donos de birosquinhas vieram comprar  em Niterói para, depois, explorar o próprio gonçalense. Não ofendi a mãe de ninguém, o marido de ninguém, a pessoa de ninguém. Não devo desculpas. Eles que me devem. Tenho muitas realizações lá. E não é preconceito, porque tenho família e amigos que moram lá. Tenho direito de crítica.
Wolney Trindade, uma semana antes de ser exonerado

Outras loucuras e mil confusões

O CCOB não é nada. Eles não têm direito de atacar a honra de quem pensa diferente deles. Não pode continuar assim. Ninguém vai atacar a minha honra. Posso matar ou mandar matar.
Wolney Trindade, sobre os Conselho Comunitário da Orla da Baía que se manifestou contra o projeto – de sua autoria – que alterava o tombamento do Cinema Icaraí

Os eleitores não têm memória. Porque se tivessem lembrariam das minhas obras em Niterói. Além disso, houve muita venda de voto e boca-de-urna no dia da eleição. Não dá para concorrer com isso. O que sei é que no dia 31 de dezembro [de 2008] se encerra minha vida política. O que vou fazer depois, ainda não decidi. O que sei é que trabalhei com afinco para melhorar a vida dos cidadãos de Niterói
Wolney Trindade, em 9/10/2008, após derrota nas eleições para vereador

Link permanente para este artigo: http://nitsites.com.br/blog/wolney-trindade/

16 comentários

Pular para o formulário de comentário

    • antonio jorge da costa furtado on 12/11/2011 at 07:42
    • Responder

    É clara a intenção de “queimar o filme do sr Wolney”, não que ele esteja certo ou errado, mas me apresentem uma única pessoa pública que não tenha uma coleção de “gafes” tão memoraveis como as dele e ai sim concordarei. Me aprece política “marrom”…

  1. Pelo contrário, Antonio. Esta é uma visão de um cidadão comum, cuja única extravagância política foi ter participado do grêmio estudantil na juventude. São suas ações mais notórias, pelo menos para o redator deste blog.

    Pode estar errada, assim como pode estar errada a imagem que tenho do César Maia como um maluco-consciente ou do ACM como Toninho Malvadeza, mas são opiniões construídas a partir da observação de eventos que se repetiram.

    • antonio jorge da costa furtado on 20/11/2011 at 12:46
    • Responder

    Continuo afirmando não estou defendendo o sr Wolney até porque em nosso País o que falta é político certo. Mas para ser justo, independente das intenções do mesmo, Niteroi teve seus dias de “faxina” durante a gestão do mesmo. Teve combate aos porcos no meio da rua, teve ataque aos carros abandonados e outrasa coisas mais. Agora com a saída do mesmo esta “tudo como dantes no quartel de abrantes”. O que mais me enoja, é que neste ano que entra, como é ano eleitoral voltaremos a ter estas verdadeiras carniças travestidos de políticos a nos dar tapinhas nas costas, organizar campeonatos em favelas, promover festinhas de rua etc. Por isso amigo acredito que o Wolney, e repito mal o conheço, com toda suas gafes ainda estava contribuindo por uma Niteroi melhor. Não sou cabo eleitoral, não sou candidato a nada, sou aposentado do serviço público federal e fico muito a vontade para expressar minha opinião, mas espero que não tenha ofendido o meu amigo blogeiro pois esssa não foi minha intenção.

  2. Antonio Furtado, não se furte de dar sua opinião (desculpa pelo trocadilho, não resisti!).

    Concordo com 99% do seu segundo comentário e acho que toda opinião no Blog de NIterói é muito bem vinda! O espaço é mantido para trocarmos ideias sobre nossa cidade e por isso os comentários nunca são moderados e estão abertos a todos.

    • Claudio Costa on 13/01/2012 at 06:45
    • Responder

    Quem acompanhou a trajetória política de Wolney, sabe que ele não tem condições de exercer cargo público. Comenta-se que até agressões físicas ele teria cometido contra uma professora. Se aposentaram o Wolney foi para o bem de Niterói.

    • Antonio Furtado on 14/01/2012 at 10:36
    • Responder

    Amigo Claudio, quem não sabe de algum momento na vida de alguem, político ou não que a raiva extrapolou a razão? Um dias desses nosso amigo Gallo baixou o braço num condomínio. E quem disser que Gallo não serve pra ser político não entende de política. Muitos e muitos outros exemplos temos na historia. Na minha opinião o que falta ao nosso país é uma reforma de base no sistema. O camarada para ocupar uma cadeira política devia passar por uma faculdade de ciencias políticas e antes de concorrer prestar concurso público para aí sim ter um emprego público merecido e para o qual ele estaria qualificado a exercer as suas funções. Quem em Niterói não tem noção que nosso transito esta cada vez mais caótico sem que nenhuma autoridade competente tome uma providência. Sabe porque? Porque falta competencia e vontade politica. E as UPPs ? Vão esperar a gente virar um Iraque para fazer alguma coisa em niteroi? Porque não temos um serviço parecido com a CET rio?
    Falta o que? Conhecimento da matéria e preparo de quem esta no poder. Pago de IPTU em minha casa no Fonseca mais que minha mãe paga no apartamento dela na praia do Flamengo. Alguem vai querer dizer que o Fonseca tem mais infraestrutura do que a praia do Flamengo? Isto tudo é Brasil. Cabe a nós termos pulso firme e personalidade para botar a boca no trombone e questionbar sempre que for possivel.

    • Mauro da Silva Motta on 20/01/2012 at 06:06
    • Responder

    Antonio Jorge da Costa Furtado preciso falar contigo com urgencia . Sober o seu comentário sobre wolney Trindade parabeniso pelo seu comentário , pois o conheço muito bem e sei o que Ele faz pelo cidadão Fluminense . Agradeço ao Wolney todo o apoio que Ele a 20 anos atráz e até hoje tem dado para uma melhor condição de tratamento ao dependente quimico , onde poucas pessoas sabem dissso .

    • Antonio jorge da costa furtado on 20/01/2012 at 17:37
    • Responder

    Tudo ok meu amigo, esta semana ligarei para vc e marcaremos uma conversa. Ainda estou as voltas com nossas prefeituras e estes ano é crítico para se resolver ja que como ja disse este ano é eleitoral. Infelizmente neste nosso país so se resolve assim. Quanto ao Wolney o que me pareceu é que ele “botou a boca no trombone” e teve coragem de reclamar do obvio. Um supermercado não pode se adr ao luxo de engarrafar mais ainda o transito de uma cidade. Parece que desagradou os tubarões e aí “fritaram ele”. Mas a verdade sempre vem a tona.

    • maurodasilvamotta on 20/01/2012 at 20:20
    • Responder

    Jorge seria possível voce marcar comigo um local para podermos conversar , etive dia 19 na sua casa na desembargador e a pessoa que me atendeu não sabia o seu endereço novo .O meu telefone mudou o numero . insisto pois é URGENTE .

    • maurodasilvamotta on 20/01/2012 at 20:22
    • Responder

    Jorge seria possível voce marcar comigo um local para podermos conversar , .O meu telefone mudou o numero . insisto pois é URGENTE .

    • Claudio Costa on 21/01/2012 at 06:42
    • Responder

    Pois é, segundo FHC: “o julgamento depende do momento que em que estamos vivendo.” E o Wolney não estava num bom momento, ele já tinha até feito maldades com o o pessoal da boa idade, como gostam de ser chamados, e inclusive o próprio Wolney faz parte deste grupo.

    Saudações Fraternas

    • antonio jorge da costa furtado on 21/01/2012 at 10:10
    • Responder

    Mauro terça-feira próxima, dia 24 irei a sua casa na parte da tarde, por volta das 14:00 hrs.

    • antonio jorge da costa furtado on 30/01/2012 at 12:37
    • Responder

    Circulando pelas ruas do fonseca tive que fazer verdadeiros malabarismos com o carro para não atropelar uma vara de porcos (pra quem sabe vara é o coletivo de porco). Em outro momento passando próximo ao Guanabara deparei-me com aquele engarrafamento irritante de quem vai entrar no supermercado embolando com quem vai seguir. Em outro momento cruzando pela monte alverne no barreto vi algumas carcaças de carro. Não tem como não associar estes fatos a luta recente do sr. Wolney. Brigas políticas a parte nossas autoridades não podem abandonar estes problemas crônicos em nossa Niteroi. Me lembra quando o sr Moreira Franco ao assumir o governo em sua primeira providencia foi atacar os brizolões lançando em seu lugar outro projeto que tão medíocre nem ficou na história. Conclusão quem perde sempre é o povo. Até quando ficaremos refens de brigas políticas. Este ano é ano eleitoral e o corpo a corpo vai começar. Questionem, reivindiquem, não tenham medo de expressar a real opinião de cada um. Lembrem,-se sera mais um longo mandato o qual voce não podera reclamar se não se opor agora aos maus políticos.

    • Michelle Rodrigues on 15/03/2014 at 09:53
    • Responder

    Wolney Trindade mandou muito bem quando disse que gonçalense tinha que ficar em São Gonçalo!!!!
    Ao meu modo de ver, o maior defeito de Niterói é ser vizinha de São Gonçalo, pagamos um preço muito caro por isso… Valeu Wolney!!!!

  3. Essa senhora Michelle deve ser achar um ser superior e que Niterói é uma ilha, lamento informar a ela que em seu município existe pobreza, gente simples, bairros pobres e abandonados, pois ficou claro o seu preconceito social. Ela não deve gostar também de nordestino, negros e gays.
    Existe vida inteligente alem de Niterói.

  4. CONTE COMIGO PARA BRIGAR MUITO PELA NOSSA NITERÓI, ESTOU COM VC. E NÃO ABRO. FOI E SEMPRE SERÁ UM EXCELENTE POLITICO PARA MIM.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.