«

»

fev 28 2012

Aumento das Barcas (2012)

A poucos dias do aumento das Barcas em mais de 60%, compartilho com vocês um dos textos que mais me chamaram a atenção nessa história toda.

Eu ia compartilhá-lo no Twitter, mas gostei de tanta coisa que não seria possível condensar em 140 caracteres… Maravilhoso o texto de Sérgio Barreto Motta, que escreveu estas sábias palavras para o Monitor Mercantil. Abaixo, destaco os trechos que aplaudi de pé:

Ultimamente, o povo não tem ido muito às ruas para protestar. Antes da era Lula, os cara-pintadas invadiam as cidades para denunciar o Governo Collor e, na gestão tucana, houve o movimento Fora FHC. Com Lula e Dilma, mensalão ou demissão de ministros, se causam indignação, não se transformam em passeatas. Só se vê participação popular nos blocos de Carnaval.

(…)

Mas o inusitado reajuste das barcas Rio-Niterói está gerando forte insatisfação que ninguém sabe em que poderá redundar. O governo fluminense autorizou alta de R$ 2,80 para R$ 4,50 na tarifa, mais de 60% de reajuste. Quem for cadastrado no bilhete único intermunicipal poderá pagar R$ 3,10, mas a diferença será paga pelos cofres públicos, ou seja, pelo povo; mesmo nesse caso, a alta supera 10%, quando a inflação anual ronda 6% Todos sabem que o lado bom da privatização é que, se houver perdas, o ônus será do particular, que ousou empreender. No caso, no entanto, alega-se que há um desequilíbrio que chega a R$ 106 milhões. Se, ao contrário, tivesse a Barcas S/A um lucro extra, nem cogitaria devolver a milionésima parte para o poder público, ou protelar aumento de tarifas, para beneficiar os usuários.

Em 1959, registrou-se um dos maiores exemplos de insurreição popular urbana sem fins políticos e desprovida de lideranças. Para protestar contra os altos preços e péssimos serviços entre as duas cidades, o povo iniciou, em Niterói, uma depredação espontânea, com seis mortos e 118 feridos, que teve como efeito intervenção federal e estatização do serviço – depois privatizado em 1998, em benefício da Barcas S/A.

(…)

De forma alguma se está incentivando violência, apenas fazendo um alerta prévio. Se culpa cabe por possível reação popular violenta, esta se concentra no Governo do Estado e em sua omissa agência – Agetransp – que faz as quase inúteis agências federais parecerem modelo de administração e fiscalização (…)Se está com prejuízo, o grupo privado deveria abandonar o barco e não obter novos aumentos e subsídio.

Veja o texto completo no Monitor Mercantil.

Repressão policial

O delegado Alexandre Leite, titular da 76º DP (Centro de Niterói),está investigando a manifestação convocada para o dia 01/03/2012. Segundo o Portal SRZD, “a intenção é encontrar os organizadores, e não reprimir a manifestação”.

Como assim?

É pra “cortar o mal pela raíz”? Qual o crime que organizadores de manifestações cometem? Manifestar pode, só não pode ser organizado?

Coleção de imagens

Fizemos uma seleção das melhores imagens sobre o aumento das Barcas. São fotos de protesto e da manifestação do dia 01/03/2012. Como bem registrou César Mocarzel, “as Barcas S/A, ao contrário dos manifestantes, que protestaram de forma ordeira e pacífica, armaram um cenário de guerra para receberem os protestos: carros e mais carros da PM do lado de fora, tropa de choque do lado de dentro e equipe de seguranças no interior de cada embarcação. Afinal o que eles temem? Serem roubados? Acho que o povo não se igualaria”.

Vídeos

O seguinte vídeo mostra a fila das barcas no dia 27/02/12: a câmera demorou 2m30s apenas para percorrer a fila de 190 metros!

O próximo vídeo é um desabafo do Professor Henrique Campos Monnerat, usuário das Barcas, que fazia um processo pacífico quando foi retirado à força pelos seguranças da empresa (a cena está no vídeo). Como se não bastasse, ainda é acusado por “incitação ao crime” e “apologia ao crime”.

O próximo vídeo mostra manifestantes dentro de uma barca, fazendo um jogral contra o aumento na tarifa. No final, são aplaudidos.

Descrição do próximo vídeo: “o milionário Barão Lorde Fonseca vai às ruas saber o que a população acha sobre o exorbitante aumento de 60% das Barcas S/A em Niterói, Rio de Janeiro”. Uma produção do Blog do Covil.

E este vídeo, totalmente excelente, com a justificativa das Barcas S/A para o aumento da passagem:

Link permanente para este artigo: http://nitsites.com.br/blog/aumento-barcas-2012/

1 comentário

  1. rachel torrespereira

    GALERA VAI COMEÇAR UMA OFICINA DE TEATRO NO SESC DE NITERÓI GRATUITOWorkshop Gratuito Ator por Acaso no Sesc Niterói com Wal Schneider, Fabrício Rosário. e Ed Oliveira, vamos dar 2 meses de workshop no Sesc Niterói gratuito, Sendo nos meses de Janeiro e Fevereiro, será um Workshop por cada semana com turmas de manha e tarde no máximo de 25 alunos por turma, sendo as aulas terça,quinta e sabado…Cada Semana será uma turma nova de 25 alunos, sendo 3 aulas para cada turma em 3 aulas vc pega seu certificado e grava seu video,ai se quiser se inscrever na outra semana é só falar com a Elisângela coordenadora do Sesc Niterói.. Início do Curso dia 21 de Janeiro de 2014 até 28 Fevereiro de 2014 Vamos estar dando aulas no Sesc Niterói. Inscreva se no projeto No Palco Da Vida Rua Uranos 1363- Olaria ou no Sesc Niterói :Rua Padre Anchie 56-Centro de Niterói próximo o Plaza Shopping de Niterói. Telefone Sesc Niterói : 2704-2712 ( Falar com Elisângela. ) Telefone No Palco da Vida : 3885-7593 ( Falar com Douglas Alfama ou Rachel Torres)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>